Festa do Leitão Maturado de Itapejara completa 10 anos

 

Realizada em Itapejara D´Oeste, no sudoeste do Paraná, a Festa do Leitão Maturado completa sua primeira década de existência.

Um prato à base de carne suína, elaborado de forma diferente e especial, cujo principal ingrediente é um leitão maturado, preparado com o uso da técnica de amaciamento após o abate do animal e através do processo da refrigeração, o que melhora a sua textura e o seu sabor. Assim é o Leitão Maturado de Itapejara D´Oeste, personagem principal de uma festa gastronômica que já tomou proporções regionais e se tornou conhecida em todo o estado paranaense. A edição deste ano, que acontece no próximo dia 5 de maio, marca a primeira década do evento, promovido pela Associação de Suinocultores e Avicultores de Itapejara D´Oeste, com participação direta da família rotária local.

A festa, que nasceu como forma de promover o consumo da carne suína, deu origem ao prato típico da simpática cidade localizada na região sudoeste do Paraná, envolvendo em sua realização um número expressivo de voluntários, dos mais diversos segmentos da comunidade. O objetivo é um só: reunir em uma mesma mesa, familiares e amigos da cidade e de municípios vizinhos, numa verdadeira confraternização, que acaba indo além do almoço do domingo dessa festa gastronômica, e prossegue ao longo da tarde, com um show especial a cada edição. O evento tem atraído um público que cresce a cada ano e que hoje gira em torno de 9 mil pessoas.

“Toda cidade tem um prato típico e, como suinocultor, tivemos a ideia de elaborar um leitão diferente, mudando o tempero e a forma de cozimento, o que resultou no nosso leitão maturado”, relata o idealizador do evento, empresário Jacir Dariva, que atualmente integra a diretoria da Associação dos Suinocultores do Paraná (APS). Dariva conta que o leitão é abatido com quinze dias de antecedência e mantido sob refrigeração, temperado e desossado. “O tempero contém iguarias, e o leitão é embalado individualmente, permanecendo em câmaras frias com a temperatura de 2°C. Uma pessoa do frigorifico é encarregada de mexer diariamente o leitão para que o tempero fique uniforme”, prossegue Dariva, ao falar sobre como o leitão maturado é preparado.

No dia do evento, nas primeiras três horas, o leitão é fervido com vinho, extrato de tomate, manteiga, cebola e após a fervura, vai para a grelha para ser assado até ficar pururuca.

Ainda segundo Jacir Dariva, para preparar os ingredientes que acompanham o prato principal, o evento conta com duas cozinhas, uma para preparar a farofa e a mandioca, que são colocadas em uma caixa chamada de “caixa da comida quente”, e outra cozinha para preparar pelo menos 5 tipos de saladas: maionese de maçã, repolho com gengibre, cebola com orégano e um mix de salada verde, com pimentão, couve flor, cenoura, beterraba e brócolis. Elas são colocadas em outra caixa, sendo que o kit completo contém ainda duas cucas, uma alemã a outra de nata, pão e geleia de pimenta. Cada kit é para servir de 25 a 30 pessoas. “A sobremesa é um conjunto de 25 docinhos em forma de leitãozinho, um pote com abacaxi descascado e frutas da época”, complementa Dariva, que está animado para comandar, junto com os demais voluntários, mais uma edição do Leitão Maturado de Itapejara D´Oeste, evento que conta ainda com o apoio da Prefeitura Municipal, sendo realizado nas dependências do Centro de Eventos e CTG do município.

Já estão confirmadas as participações na festa do presidente da Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), Marcelo Lopes, e do presidente da Associação Paranaense de Suinocultores (APS), Darci José Backes, além de deputados e autoridades municipais, regionais e estaduais e lideranças em geral.

 

 

 

ASSOCIAÇÃO PARANAENSE DE SUINOCULTORES - APS
Rua Conselheiro Laurindo, 809 - Sala 910 Centro
Curitiba - PR CEP: 80.060-100
Telefone: (41) 3223-1207 Fax: (41) 3223-1535
E-mail: aps@aps.org.br
su aritma su aritma su aritma su aritma su aritma